“Eu avisei”, diz epidemiologista americano sobre Queiroga com covid-19

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Foto: Ailton de Freitas / MS

Eric Feigl-Ding, um dos maiores epidemiologistas do mundo, foi às redes sociais nesta terça (21) para comentar sobre o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ter testado positivo para covid-19.

O ministro da saúde do Brasil acabou de testar positivo para #COVID19 em NYC. Ele faz parte da delegação do Brasil à ONU com @jairbolsonaro, que se recusa a vacinar, e violando o prefeito de Nova York @BilldeBlasio com mandato da vacina interna! Eu avisei isso!!”, disse.

Leia também

1- VÍDEO – Daniela Mercury manda indireta para Bolsonaro: “Queremos liberdade, justiça social e urna eletrônica”

2- VÍDEO: Com Covid, ministro da Saúde se encontrou com Boris Johnson em Nova York

Bolsonaro deveria ser barrado

A indignação do epidemiologista veio após ele notificar que Bolsonaro deveria ser barrado na Assembleia Geral da ONU.

Para ele, o presidente desafiou o prefeito de Nova York, Bill de Blasio. “Os Estados Unidos deveriam repensar se devem admitir a entrada de Bolsonaro se ele deliberadamente pretende violar as leis do país”.

“Se alguém mais tentar entrar nos Estados Unidos e declarar previamente seus planos de violar as leis americanas, não acho que seria admitido. É um perigo público”, prossegue.

Queiroga preso

Após testar positivo, Queiroga terá que ficar “preso” nos Estados Unidos. Isto porque o ministro da Saúde entrou em quarentena e precisa aguardar 14 dias em isolamento. Por conta disso, não poderá sair de Nova York antes do prazo. São as regras da cidade norte-americana.