Com Covid, Queiroga ficará ‘preso’ nos EUA; Entenda

Queiroga
Ministro da Saúde Marcelo Queiroga usando máscara de proteção contra a Covid-19

Marcelo Queiroga foi diagnosticado com Covid-19 nesta terça (21) e ele terá que ficar “preso” nos Estados Unidos. Isto porque o ministro da Saúde entrou em quarentena e precisa aguardar 14 dias em isolamento. Por conta disso, não poderá sair de Nova York antes do prazo. São as regras da cidade norte-americana.

O ministro acompanhou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que participou da Assembleia-Geral da ONU. Queiroga informou que está bem. A informação é da CNN Brasil.

Além de ter ido à Assembleia-Geral da ONU, em que informou usar máscara o tempo todo, Queiroga acompanhou o presidente Bolsonaro em visita ao Memorial do 11 de Setembro.

O presidente ficaria nos Estados Unidos até sexta (24), mas cogitava antecipar sua volta para o Brasil. Porém, com o segundo caso de Covid confirmado, planos foram alterados. Houve uma decisão do Itamaraty de suspender a presença de todos os diplomatas brasileiros de todas as reuniões que ocorreriam na ONU.

Leia mais:

1 – VÍDEO – Daniela Mercury manda indireta para Bolsonaro: “Queremos liberdade, justiça social e urna eletrônica”

2 – Essencial do DCM: Ministro leva intubada do STF e vacinação de adolescentes deve ser decidida por estados e municípios

3 – Live das 5 – Bolsonaro antecipa live na ONU; CPI acaba em baixaria após ataque miliciano de chefe da CGU

Queiroga e os eventos

Antes de ser testado, o ministro da Saúde se encontrou com o primeiro-ministro britânico Boris Johnson. E participou de aglomerações com apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Fora de ter tido contado com pessoas da comitiva brasileira na Assembleia-Geral da ONU.

Ele também não gostou das críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro em Nova York. Ontem à noite (20), perdeu o controle e mostrou dedo médio para manifestantes. Veja o vídeo AQUI.