Benzema é condenado a um ano de prisão por tentativa de chantagem

Mathieu Valbuena e Karim Benzema
Mathieu Valbuena e Karim Benzema. Foto: Franck Fife/AFP

Karim Benzema foi condenado pela Justiça da França a um ano de prisão por tentativa de chantagem contra Mathieu Valbuena. O atacante do Real Madrid teria chantageado o ex-colega de seleção francesa com um vídeo íntimo. O jogador também foi condenado a pagar 75 mil euros de multa.

A condenação é de um ano de prisão, mas com suspensão condicional de pena. Os outros quatro acusados no julgamento foram condenados a penas que vão de 18 meses de prisão com suspensão condicional até dois anos e meio de prisão com cumprimento obrigatório.

Segundo tribunal francês, ele é “culpado por cumplicidade com intenção de chantagem”. Seus advogados anunciaram imediatamente que apresentarão recurso.

O Tribunal de Versalhes considerou que a conversa de Benzema com Valbuena foi uma “intervenção deliberada” para que o então jogador do Lyon pagasse para impedir a divulgação de um vídeo íntimo. Um dos outros quatro condenados é Karim Zenati, amigo de infância do jogador e acusado de ser o principal chantagista, que teria contatado Valbuena para lhe pedir dinheiro em troca de não divulgar o conteúdo.

Por conta deste caso, Benzema foi afastado da seleção francesa por vários anos. Ele foi chamado para compor o elenco novamente por Didier Deschamps. O presidente da Federação, Noel Le Graet, assegurou que não deixaria de convocá-lo por conta da sentença.

Leia mais:

1 – Comissão aprova aposentadoria de ministros do STF

2 – Touro de Ouro é retirado do Centro de São Paulo

3 – Moro demonstra despreparo ao falar sobre pobreza: “Problema simples”

Entenda o caso de Benzema

O caso ocorreu em junho de 2015, quando Valbuena prestou queixa contra tentativa de chantagem. Ele recebeu uma ligação informado a existência de um vídeo íntimo. Benzema era suspeito de intermediar o contato e incitar o colega da seleção francesa a pagar os chantagistas.

A polícia conseguiu o registro de seis telefonemas entre junho e outubro de 2015. Os oficiais identificaram que o chantageador era amigo de infância do atacante do Real Madrid. Ele foi levado sob custódia em novembro daquele ano.

 

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link