Bolsonaro reclama de suspensão do orçamento secreto: “STF interfere em tudo”

Jair Bolsonaro reclama de "interferência" do STF no Legislativo
Jair Bolsonaro reclama de “interferência” do STF no Legislativo. Foto: Reprodução

Jair Bolsonaro reclamou da suspensão do orçamento secreto pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Em entrevista ao canal Jornal da Cidade, um site de fake news, o presidente afirmou: “Você vê o STF também. Cada vez mais o Supremo, na verdade, interfere em tudo. Hoje teve interferência agora nessa história do orçamento secreto. Orçamento secreto publicado no Diário Oficial da União… Mas tudo bem…”

A pauta está em julgamento neste momento na Corte. Quatro ministros já votaram pela suspensão das “emendas do relator”. São eles: Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Cármen Lúcia e Rosa Weber.

Leia também:

1 – Presidente no PL: Prefeitos e vereadores preparam desfiliação em massa

2 – O que Fux disse a Arthur Lira sobre a PEC dos Precatórios

3 – Ofício do Senado diz que usa emendas do relator para compra de votos

Bolsonaro segue fala de Lira

Após a suspensão, por liminar, das “emendas do relator”, Arthur Lira ficou furioso com a vice-presidente do Supremo. Ele teria reclamado da canetada da ministra e dito que não pode aceitar uma interferência.

O esquema tem sido utilizado por Arthur Lira e Bolsonaro para aprovar pautas na Câmara. Eles destinam verbas para parlamentares e conseguem formar maioria em votações de interesse do Planalto.

Congressistas negociam valores com o governo para dar a Bolsonaro apoio político. Eles usam dinheiro das “emendas do relator”, cujo processo não é transparente e não há publicidade dos documentos. Há uma espécie de “controle interno” informal de articulação política. Planilhas listam qual congressista indicou o quê, em qual valor e para qual município.

 

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.