Ciro Gomes faz aposta para 2022: “Vou ganhar a presidência”

Ciro Gomes presidência
Ciro Gomes vai concorrer ao cargo de presidente e acredita que vai vencer

Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência, disse que sua queda nas intenções de votos é algo momentâneo. Desde a entrada de Moro na disputa, o pedetista viu seu nome cair para o quarto lugar. Ele estava em Portugal e conversou com o site Sputnik Brasil..

O ex-ministro acredita que, com a aproximação das eleições em outubro do ano que vem, o eleitorado perceberá que o ex-juiz é pior que o Bolsonaro. “Pesquisa é retrato do momento, e a vida não é retrato, a vida é filme”, iniciou.

“O nível de atenção ao assunto eleições é nenhum no tempo presente. Portanto, elas tendem a revelar muito mais notoriedade do que adesão consolidada a essa ou àquela candidatura. E a notoriedade, no caso brasileiro, é uma variável da exposição da mídia, especialmente televisiva”, acrescentou.

Ciro comentou que a ida de Moro para a política é a prova de que o ex-ministro foi parcial na Operação Lava Jato. “[Moro] é uma versão piorada da matriz [Bolsonaro]. Bolsonaro, na sua estupidez, tem alguma coerência. É um grande genocida, que nunca negou que era. Um apologista da ditadura, que nunca negou que era. O Moro é muito pior, é um juiz político. Não existe coisa mais grave, sob o ponto de vista da degeneração moral do ser humano”, relatou.

“Um juiz condena um político e depois vai ser ministro de um político que foi beneficiado por essa condenação. Recebendo uma promessa de vantagem indevida, leia-se corrupção passiva, de um cargo de ministro vitalício do Supremo Tribunal Federal. Depois, um juiz que destrói uma empresa, uma grande corporação da construção pesada, vai ganhar dinheiro sendo sócio da empresa que está administrando essa massa falida, cuja sede, sendo em Nova York, ele se localiza em Washignton… Percebe? Aí tem…”, criticou.

Ele também criticou Túlio Gadêlha, que o aconselhou a criticar menos o Lula. “O Túlio falou porque já está com o Lula há muito tempo. O Túlio, na eleição municipal do Recife, ficou contra o PDT, que tinha vice da outra chapa, para ficar com o PT”.

Leia mais:

1 – DCM Ao Meio-Dia: O terrivelmente evangélico André Mendonça é sabatinado no Senado

2 – Em sabatina, André Mendonça diz que no STF seguirá Constituição e não Bíblia

3 – Indicado ‘terrivelmente evangélico’ de Bolsonaro para o STF surpreende senadores pela vistosa peruca

Ciro Gomes diz que vai ser presidente do Brasil

Ciro Gomes avisou que não vai retirar sua candidatura e que seguirá apresentando seu projeto para o país. Ele ainda destacou que continuará criticando o ex-presidente Lula (PT).

“Nenhuma chance [de desistir da candidatura]. Eu vou ganhar a presidência da República, espera só para você ver”, disparou. E deixou claro que vai ser candidato pelo PDT. “Necessariamente. É o meu partido”.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link 

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link