Isolado, Ciro Gomes tenta última cartada para 2022

Ciro Gomes pdt cartada
Ciro Gomes e seus aliados querem formar alianças

Em quarto lugar nas pesquisas e cada vez mais isolado, Ciro Gomes e seus aliados vão tentar uma última cartada para voltar ao jogo eleitoral. Com as negociações entre o PT, PSB, PCdoB, o PDT tenta ter o apoio do PV e Rede para 2022. Porém, Randolfe Rodrigues se tornou uma pedra no sapato do pedetista.

Conforme apurou o DCM, Carlos Lupi e o ex-governador do Ceará esperavam formar uma aliança com o PSB. Mas tudo mudou com o trabalho de articulação de Fernando Haddad e Márcio França. O ex-governador de São Paulo e o ex-prefeito da capital paulista sugeriram o nome de Alckmin para ser o vice de Lula.

Desta forma, lideranças do PSB negociam com a cúpula do PT parcerias em diversos estados brasileiros. Em São Paulo, o candidato seria França. No Rio, Marcelo Freixo. Só que o martelo ainda não foi batido pelo simples fato de Geraldo não ter definido seu futuro.

Mas ficou claro para Ciro que dificilmente o PSB o apoiará. Só se ocorrer uma grande virada nas negociações. O PCdoB se comprometeu a ir junto com o ex-presidente. Em 2018, Manuela D’ávila foi vice de Haddad.

A direção do PDT chegou a conversar com o PSOL sobre uma aliança para 2022. A cúpula da sigla informou que, caso o partido não apoie Lula, a tendência é que se lance uma candidatura própria.

LEIA MAIS:

1 – Essencial do DCM – Nova derrota de Moro: STJ anula sentenças contra Palocci, Vaccari e outros 13

2 – “Fui traído”: Como Alcolumbre reagiu ao ver Mendonça aprovado para o STF

3 – Deltan tenta explicar PowerPoint contra Lula: “Erro de cálculo”

Ciro Gomes quer o PV e a Rede

Completamente ignorado pela centro-direita, além do pouco espaço na esquerda, Ciro e seus aliados tentam formar aliança com o PV e a Rede. Conversas estão acontecendo, mas tem tido pouco avanço.

Isto porque o Partido Verde estuda a possibilidade de fazer parte do grupo formado por PCdoB, PSB e PT, numa frente ampla de esquerda. A Rede é outra que pode embarcar na campanha de Lula.

Além disso, caso a sigla de Marina Silva não forme parceria com o Partido dos Trabalhadores, há a intenção de lançar Randolfe Rodrigues como candidato. Só que isso não tem sido tratado como um problema para Gomes. Aliás, convidar o senador para ser seu vice é uma possibilidade sendo estudada.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.