Deltan tenta explicar PowerPoint contra Lula: “Erro de cálculo”

Deltan Dallagnol
Deltan Dallagnol confessou equívoco no caso de Lula

Deltan Dallagnol, um dos responsáveis por perseguir o Lula, afirmou no Flow que errou ao fazer uma coletiva de imprensa e mostrar o PowerPoint contra o petista. Ele explicou que tentou tratá-lo como uma figura “normal”. Monark ficou surpreso e falou “Mas ele não é igual”, deixando claro a importância do ex-presidente para o Brasil.

“A gente faz a entrevista coletiva do Lula. A gente tinha feito ‘N’ entrevistas anteriores. Usamos apresentações, o PowerPoint, a gente tinha feito várias anteriores. Só que não tinha tido a mesma repercussão. Aí faz aquela [do Lula], e tem uma grande repercussão. Se a gente tivesse feito igual de um estudante que furtou ou falsificou uma carteirinha infantil, tinha zero de repercussão”, falou Deltan.

Monark se surpreendeu e explicou que a Lava-Jato era vista pela sociedade como uma operação ‘salvadora’ contra a corrupção. Quando os promotores apontam o Lula como um dos envolvidos, seria óbvio que teria enorme repercussão.

“Mas não é surpresa para ninguém, né? Ele é o Lula, caral**. Tudo sobre ele tem repercussão. Ainda mais quando ‘O Brasil tá criminalizando os políticos. O Lula é um pu** exemplo aí’. Tudo que fosse envolver ele, acabaria sendo um show”, rebateu o apresentador.

Leia também:

1- Retrospectiva Spotify 2021: Entrevista de Mano Brown com Lula é o podcast mais ouvido do Brasil

2- Dentre os atuais ministros indicados ao STF, ex-AGU teve maior rejeição na CCJ

3- A perseguição continua: Terceira pessoa envolvida na extradição de Allan dos Santos é demitida

Deltan Dallagnol reconhece erro do PowerPoint

Um dos membros do golpe contra Lula, que tirou o ex-presidente das eleições de 2018, Deltan admitiu que foi um equívoco fazer a coletiva de imprensa. “Erro de cálculo nosso. A gente achou que fazendo igual das outras vezes ia ter um resultado igual”, declarou.

“Foi um erro nosso, porque pode passar uma má interpretação de uma parte da sociedade. Mas a nossa intenção era fazer igual fizemos nos casos anteriores”, concluiu.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.