DCM Ao Meio-Dia: Eduardo Bolsonaro pode ter ido aos EUA infectado com covid e agora ataca vacinas

Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro

Eduardo Bolsonaro é assunto. AO VIVO. Kiko Nogueira e Pedro Zambarda fazem o giro de notícias. Entrevista com o educador Daniel Cara.

LEIA MAIS:

1 – Quem é a médica bolsonarista que tratou mãe de Luciano Hang com ozonioterapia na Prevent Senior

2 – No interior de SP, servidoras foram enganadas para ir a evento político com Doria

Eduardo testa positivo

O deputado federal está com Covid-19.

O filho do presidente informou ao R7 que contraiu alguns sintomas, como coriza e perda de paladar.

Ele tomou a primeira dose da vacina em 26 de agosto e deverá receber a segunda em novembro.

Eduardo afirmou que realizou o teste na quinta-feira (23) e o resultado saiu nesta sexta.

“Na live de ontem, JB (Jair Bolsonaro) disse que duas pessoas, que são conhecidas da população, testaram positivo. Certamente, eu sou uma delas. A outra não sei quem é”, declarou.

O parlamentar viajou a Nova York com o pai, para a Assembleia-Geral da ONU. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, contraiu o vírus ainda nos EUA, onde terá que cumprir quarentena de 14 dias.

Ao passear em Nova York (EUA) para acompanhar o pai durante o evento, ele decidiu fazer compras com dinheiro público.

O 03 apareceu em loja da Apple na 5ª Avenida, uma das mais famosas do mundo, logo após o lançamento do novo iPhone. Coincidência ou mais uma rachadinha?

A pré-venda do aparelho foi anunciada nesta sexta-feira (17). Se fosse no Brasil, Eduardo desembolsaria pelo menos R$ 6.599 para adquirir o iPhone 13 mini em sua configuração básica. Tratando-se dos modelos base e “profissional”, os valores podem chegar a até R$ 10.599 e R$ 15.499 nas configurações mais potentes, respectivamente.

O deputado ainda foi vaiado durante a compra. O deputado, por sua vez, fingiu que o escracho era um cumprimento e acenou.

VEJA O DCM AO MEIO-DIA