DCM Ao Meio-Dia: Leonel Radde e Adriana Dias falam do fascismo bolsonarista em ano de eleição

Atualizado em 23 de janeiro de 2022 às 11:48
A imagem do DCM Ao Meio-Dia
DCM Ao Meio-Dia: Leonel Radde e Adriana Dias falam do fascismo bolsonarista em ano de eleição. Foto: Reprodução/DCMTV/YouTube

Bolsonarismo em ano de eleição é assunto. AO VIVO. Rudá Ricci analisa as últimas notícias. Entrevista com a dra. Adriana Santos e o vereador Leonel Radde. Moderação: Décio Nogueira. Assista ao programa do DCM TV.

LEIA MAIS:

1 – Após ataques de militares, comandante do Exército se aproxima do STF

2 – Moraes não virá com “brincadeiras” com o Telegram em 2022, diz Elio Gaspari

3 – Janio de Freitas diz que “debate reativo a Risério” mostra que o racismo “é tema incendiário”

Bolsonarismo com medo

Bolsonaristas temem “abandono” do presidente Jair Bolsonaro aos que não fazem parte do PL, diz reportagem do portal UOL. Alianças em formação e preferências políticas do cacique Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, geraram a crise no seio da organização extremista em torno de Bolsonaro.

Presidente da República se filiou ao PL em novembro de 2021 e deve priorizar apoiar candidatos do partido na campanha eleitoral. Parte dos políticos aliados do presidente que estão fora do PL está apreensiva com a possível falta de apoio de Bolsonaro no momento decisivo de angariar votos.

Por trás dessa situação, estão as preferências e as escolhas de Costa Neto. O novo amigo de Jair foi condenado e preso no mensalão. Um dos principais expoentes do Centrão, o presidente da legenda toma decisões pragmáticas para manter o partido no poder e não é ligado à ideologia bolsonarista. Ele não tem comprometimento com os políticos de fora do PL escorados no presidente.

Um deputado federal bolsonarista que pretende concorrer ao Senado nas eleições de outubro relatou, sem revelar a identidade, já se considerar “carta fora do baralho” no tabuleiro de candidatos a serem apoiados pelo presidente por não pertencer ao PL nem ao círculo mais próximo de Costa Neto.

Afirmou ter declarado a Bolsonaro a intenção de se lançar ao Senado há meses e ter contado com promessa de apoio. Mas, agora que as articulações começam a se desenhar melhor, se vê excluído.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link

VEJA O DCM AO MEIO-DIA