VÍDEO: Armado, deputado bolsonarista persegue assaltante em SP

deputado bolsonarista
Deputado bolsonarista correu atrás de bandido em São Paulo

O deputado bolsonarista Frederico d’Avilla (PSL) correu atrás de um assaltante na última terça (12). O parlamentar teve um relógio roubado em São Paulo e resolveu perseguir o bandido.

Em entrevista ao Metrópoles, ele relatou que pensou em atirar contra o criminoso. Apesar de ter feito o gesto para o disparo, ele desistiu com medo de acertar alguma pessoa inocente.

Mesmo correndo pela rua do bairro Itaim, ele não conseguiu alcançar o criminoso, que escapou com o relógio. “Nesse dia eu estava com a arma na canela, acabou que ficou complicado de tirar e eu não consegui alcançar o ladrão”, comentou. Frederico declarou que nunca sai para rua sem estar armado.

Confira o vídeo:

https://www.instagram.com/p/CVJASL-J1PI/

Leia mais:

1 – MPF abre inquérito contra Damares por baixa execução do orçamento ministerial

2 – Aras diz que Bolsonaro não o convidou para o STF: “Até este momento”

3 – Após ser usado por Bolsonaro, PSL encolhe e vira “nanico”

Deputado bolsonarista ofendeu arcebispo Dom Orlando e o Papa Francisco

Em vídeo que circula nas redes sociais no sábado (16), o deputado bolsonarista Frederico D’Avila (PSL-SP) atacou o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o papa Francisco.

As falas ofensivas ocorreram em seu discurso na Assembleia Legislativa de São Paulo na última quinta-feira (14/10). D’Avila chamou os religiosos de “safados”, “vagabundos” e “pedófilos”.

“Seu safado da CNBB dando recadinho para o presidente [Bolsonaro], para a população brasileira, que pátria amada não é pátria armada. Pátria amada é a pátria que não se submete a essa gentalha. (…) Seu vagabundo, safado, que se submete a esse papa vagabundo também. A última coisa que vocês tomam conta é do espírito, do bem-estar e do conforto da alma das pessoas. Você acha que é quem para ficar usando a batina e o altar para ficar fazendo proselitismo político? Seus pedófilos safados, a CNBB é um câncer que precisa ser extirpado do Brasil.”