Essencial do DCM: ONU exigirá comprovante de vacinação de Bolsonaro para Assembleia Geral; Glauber Braga fala ao DCM

Drew Angerer/Getty Images/AFP
== FOR NEWSPAPERS, INTERNET, TELCOS & TELEVISION USE ONLY ==

Bolsonaro é assunto. AO VIVO. Kiko Nogueira e Pedro Zambarda fazem o giro de notícias. Entrevista com o Glauber Braga e Luis Carlos Petry.

LEIA MAIS:

1 – MBL e Livres se aproximam de PT por ato pró impeachment e ‘abandonam’ Vem pra Rua

2 – Eleições 2022 ajudaram a azedar relação entre Câmara e Senado

Bolsonaro querendo brigar com a ONU

Diz Daniel César no DCM: Bolsonaro não quer se vacinar para ir à Assembleia da ONU, prevista para o dia 21 de setembro. Mesmo que Nova York esteja exigindo a imunização para eventos fechados, o presidente tem resistido. E, além disso, ele pretende citar a exigência durante a abertura do evento, em que ele discursará.

Segundo pessoas ligadas ao Planalto, Bolsonaro reagiu mal ao documento enviado pela ONU aos Chefes de Estado. Nele, consta que Nova York exige a vacinação para eventos fechados. Ao saber disso, o presidente chegou a dizer que não iria ao evento, neste caso.

Mas o Itamarati já teria informado ao presidente que a vacinação não será obrigatória aos chefes de estado. Nos bastidores se comenta que há uma regra própria da ONU e que a cidade americana não poderá interferir nisso. Assim, Bolsonaro teria topado comparecer à Assembleia Geral. Mesmo assim, pessoas ligadas ao Governo confirmaram que a maioria dos chefes de estado estará vacinada.

VEJA O ESSENCIAL DO DCM

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!