Apoie o DCM

Defensor do livre mercado, Bolsonaro está quebrando as universidades privadas

Karen Gandra, de 24 anos
Karen Gandra, de 24 anos, teve que deixar a universidade duas vezes — Foto: Arquivo pessoal

Em 2020 e 2021, foram registrados os maiores índices de evasão de alunos do ensino superior privado no Brasil da história. De acordo com o SEMESP, apenas em 2021, foram cerca de 3,42 milhões de estudantes que abandonaram a faculdade (privada), uma taxa de 36,6% de evasão.

As taxas de evasão no ensino superior só aumentam, principalmente com o ensino EAD. É o efeito Bolsonaro, de condenar a educação e fazer de tudo para impedir que os jovens alcancem o ensino de nível superior.

O resultado inevitável será a quebradeira da educação privada, dois desastres, um para o aprimoramendo dos brasileiros e outro para a economia do pais.

Veja o aumento da evasão ao longo dos anos:

De acordo com o diretor executivo do SEMESP, os estudantes mais afetados são aqueles com maior vulnerabilidade social.

“São os que geralmente precisam trabalhar para poder estudar. A maioria estuda à noite. E tiveram perda de emprego, ou perda de renda por trabalho informal. Eles não conseguiam mais pagar a mensalidade ou não tinham, inclusive, infraestrutura para poder assistir às aulas remotamente”.

No ensino a distância (EAD), quando é separado do ensino presencial, a taxa é ainda mais alta. Em 2021, houve 43,3% de evasão no EAD, um numero maior que o de 2020, que foi 40%.

As taxas de inadimplência (o descumprimento de alguma obrigação financeira, quando não é realizado algum pagamento previsto em contrato até a sua data de vencimento) nos últimos dois anos de pandemia, também já foram as maiores registradas, pela primeira vez, ela chegou perto de 10%.

Veja agora o aumento durante os anos:

Leia mais

1-Médico de Bolsonaro descarta nova cirurgia

2-PSB mantém tática de trocar Alckmin por Márcio França na aliança com o PT. Por José Cássio

3-Renato Casagrande rechaça aliança com PT e joga areia na negociação do PSB com Alckmin

Ensino superior privado tem grande aumento no índice de evasão

Em 2020 e 2021, foram registrados os maiores índices de evasão de alunos do ensino superior privado no Brasil da história. De acordo com o SEMESP, apenas em 2021, foram cerca de 3,42 milhões de estudantes que abandonaram a faculdade (privada), uma taxa de 36,6% de evasão. Com informações do g1.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link