Moro é a “terceira via” favorita de Lula e Bolsonaro

Publicado em 8 outubro, 2021 6:51 am
O ex-juiz e ex-ministro do governo Bolsonaro, Sérgio Moro. Foto: Sérgio Lima/AFP
O ex-juiz e ex-ministro do governo Bolsonaro, Sérgio Moro. Foto: Sérgio Lima/AFP

A possibilidade de Sergio Moro como “terceira via” em 2022 anima de Lula a Jair Bolsonaro. O ex-juiz deve concorrer à presidência na próxima eleição e vai confirmar nos próximos meses.

Lula quer enfrentá-lo nos debates eleitorais e expor a perseguição da Lava Jato. Bolsonaro, por sua vez, quer concorrer contra seu ex-ministro para ele “ver o tamanho que realmente tem”. O presidente acredita que a possível candidatura vai ser um fracasso de votos.

Analistas  ligados PT avaliam um cenário positivo do ex-presidente contra Moro, segundo a coluna de Bela Megale no Globo. Segundo eles, o ex-juiz não ganha votos com a desidratação de Bolsonaro.

Leia também:

1 – CNN Brasil não vai renovar contrato com Caio Coppolla

2 – Expulso do PTB, Oswaldo Eustáquio denuncia que vice-presidente do partido recebe ‘super salário’

3 – Guedes se sente abandonado por Bolsonaro, mas se recusa a pedir demissão: “Vai ter que me mandar embora”

Moro se animou com candidatura após pesquisa

Em setembro, Sergio Moro ficou animado com sua candidatura após receber pesquisa. Ele esteve em reunião com aliados do Podemos quando descobriu que teria cerca de 10% das intenções de voto. Após ver que ficaria um pouco a frente de Ciro e Doria e que uma porcentagem deles migraram de Bolsonaro, afirmou: “Eu vou ser presidente”.

Uma das questões da pesquisa perguntou ao eleitor de Bolsonaro se ele votaria em Moro. A resposta indica que metade do eleitorado do presidente é potencial votante para o ex-ministro da Justiça. Além de garantir que, assim, ele tem um potencial crescimento, as chances de ir ao segundo turno crescem.

Na reunião, falou-se que Moro pode chegar aos 25% de intenções de voto e isso o colocaria em disputa. Porque, em votos válidos poderia ser algo em torno de 30%, o que garantiria segundo turno. Se for, ele acredita que a sociedade o escolheria contra Lula.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!