Apoie o DCM

Sindicato da Receita detona reunião de Guedes sobre reajustes: “frustrante”

Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Washington Costa/ASCOM ME

Nesta quinta-feira (13), o sindicato dos auditores da Receita Federal afirmou que a reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para falar sobre as reivindicações da categoria foi “frustrante” e que o movimento dos servidores deve se intensificar.

“O ministro se manifestou no sentido de compreender o pleito e até de achar justo, mas disse que não pode dar um prazo para sua implementação. Ele entende que esse não é o momento da solução dessas questões”, afirmou Isac Falcão, presidente do sindicato.

Os servidores da Receita foram os primeiros a protestar por melhor remuneração após o presidente Jair Bolsonaro sinalizar que daria reajustes apenas para algumas categorias em 2022, como policiais. Com informações da Folha.

Leia também:

1; Homem diz que teve pênis encolhido em 4cm após Covid-19

2; Se ganhar, Tarcísio fará gestão igual a de Bolsonaro, diz presidente

3; Lula realiza primeiro encontro do ano com Dilma

Protesto dos auditores da Receita

Os auditores protestam contra a falta de regulamentação do bônus de eficiência para a categoria e contra o corte de recursos para o funcionamento da Receita em 2022.

Eles recebem o bônus de eficiência desde 2017, quando o instrumento passou a ser previsto em lei. Mas a previsão legal é que o pagamento seja variável conforme a produtividade do órgão.

Hoje, não há regulamentação sobre essa flutuação, e os auditores demandam um ato ou decreto de Bolsonaro para que a mudança saia do papel e, caso necessário, que o governo atue junto com o Congresso para remanejar recursos.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.