“Virou bolsonarista?”, a frase que ministros do STF andam falando de Fux

Fux
Fux tem recebido questionamentos de outros ministros

O ministro Luiz Fux já demonstrou que tem pressa para que seja feita a sabatina de André Mendonça no Senado. Isso tem preocupado e até irritado outros juízes do STF. Na visão de alguns, isso pode representar a volta do lavajatismo. Outros têm questionado se o magistrado “virou bolsonarista”.

Conforme apurou o DCM, não é segredo para ninguém que um grupo de ministros está incomodado com a postura de Fux. Na opinião deles, esse desejo é para que pautas da Lava Jato sejam favorecidas no Supremo. Por outro lado, também entendem que é possível alinhamento do magistrado com Bolsonaro.

Antes das manifestações antidemocráticas, era Luiz quem dialogava com o presidente para amenizar a crise entre os poderes. Apesar de ter dado um forte recado ao chefe do executivo depois do 7 de setembro, ele mantém boa relação com outros bolsonaristas.

Interlocutores da Corte não compartilham do mesmo sentimento que os outros ministros. Eles dizem que Fux apenas quer que o funcionamento do Supremo volte ao normal. Atualmente, processos estão se acumulando entre os magistrados porque uma vaga continua aberta.

Leia mais:

1 – Políticos ficaram revoltados ao ver Lira com Bolsonaro: “Vendido”

2 – Assessores de Carlos Bolsonaro investigados por “rachadinha” recebem salários astronômicos

3 – Alvo da CPI, Fakhoury se uniu a filho de Bolsonaro e blogueiro para criar rádio com dinheiro do BNDES

Fux quer sabatina de Mendonça

O ministro quer que o Senado faça a sabatina de Mendonça. Ele não tem feito campanha para que o nome sugerido pelo presidente seja aprovado. Seu objetivo, segundo aliados, é que o caso seja definido. Possa ser André ou qualquer outro nome.

Porém, seus colegas de STF não sabem se essa é a verdadeira intenção. Porém, prometeram dar um voto de confiança. Mas a torcida da maioria é que Mendonça não seja aprovado pelos senadores.