Guedes ficou furioso com entrevista de Bolsonaro à Veja

O ministro da Economia, Paulo Guedes, ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Foto: FÁBIO POZZEBOM/AG.BRASIL)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem passado momentos de estresse com Jair Bolsonaro. Após declarações do mandatário à Veja, o economista ficou furioso. Em entrevista, o presidente disse que não tem vontade de demitir o ministro, mas Guedes entendeu a fala de outra maneira.

Ele enxerga que Bolsonaro só não o coloca para rua pelo fato de não existir nenhum substituto, segundo apurou o DCM. A fala do presidente deu a entender que o ministro é incompetente, alias, ele questionou: “Vou colocar quem lá?”, caso Guedes for embora.

Leia também

1- Em Minas, escola ensina que Direitos Humanos são “organização que protege bandidos”

2- Michelle Bolsonaro diz admirar SUS após ignorar vacina no Brasil

Seis por meia dúzia

Apesar de afirmar estar satisfeito com o ministro, Bolsonaro afirmou que colocar outro no lugar seria o mesmo que trocar seis por meia dúzia.

“Não existe nenhuma vontade minha de demiti-lo [Paulo Guedes]. Vamos supor que eu mande embora o Paulo Guedes hoje. Vou colocar quem lá? Teria de colocar alguém da linha contrária à dele, porque senão seria trocar seis por meia dúzia. Ele iria começar a gastar, e a inflação já está na casa dos 9%, o dólar em R$ 5,30”, disse o chefe do Executivo.

Bolsonaro ainda pregou responsabilidade na economia e respeito ao teto de gastos, além de enxergar perspectiva de melhoras.

“Como temos ainda um ano para a eleição, as decisões que devem ser tomadas ainda não estão contaminadas por interesses eleitorais. O Paulo Guedes tem dito que a eleição estimula você a gastar para buscar a reeleição. Estimula você a fazer certas coisas que você não quer, para buscar a reeleição, isso aí é natural do ser humano. E nós não furamos teto, não fizemos nada de errado no tocante a isso aí.”