VÍDEO: Lula defende pontes com evangélicos em sessão de ‘Marighella’

Lula
Foto: Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta sexta-feira (03), em ato político no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, defendeu pontes com evangélicos. Ele deu as declarações antes de exibição do filme “Marighella”, na sede da entidade, em São Bernardo do Campo.

O evento reuniu atores da produção e o filho do guerrilheiro morto nos anos 1960. Antes da exibição, o ator Henrique Vieira, que é pastor evangélico e ex-vereador pelo PSOL, fez discurso inflamado pedindo mais atenção da esquerda com o segmento evangélico.

Lula, também em discurso, disse concordar com Vieira e pediu que esse tipo de mensagem seja mais difundida. “É preciso que a gente construa uma consciência. Primeiro, que os evangélicos não são inferiores a ninguém e nenhuma outra religião. São cidadãos humanos, brasileiros que têm o direito de professar a sua fé”, disse.

Leia também;

1- Moro manda recado e diz se aceita ser vice em chapa ‘de terceira via’

2- Tatá Werneck chama Fiuk de mentiroso após treta; entenda briga

3- Bolsonaro volta a descredibilizar vacina: “Quer melhor do que a própria contaminação?”

Lula também detonou Bolsonaro

O ex-presidente criticou “mercenários que se passam por religiosos” e disse que o atual mandatário Jair Bolsonaro (PL) não crê em Deus. Ao falar em “mercenários”, Lula acrescentou: “Tem muita gente enganando os mais humildes”.

Disse também: “Temos a obrigação de convencer a sociedade brasileira de que Bolsonaro não crê em Deus, não acredita e não pratica nenhum ensinamento que está na Bíblia. Ele, na verdade, é tudo o contrário”.

Confira o discurso abaixo:

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.