Lula massacra Bolsonaro em um eventual segundo turno, diz pesquisa

Lula massacra Bolsonaro
Lula é líder das pesquisas e vence Bolsonaro no segundo turno

O ex-presidente Lula (PT) abriu larga vantagem em um eventual segundo turno contra Bolsonaro. Em pesquisa feita pela Modalmais/Futura, o petista vence com facilidade o atual presidente.

Em votos válidos, o ex-presidente tem 57% das intenções de votos dos eleitores que responderam a pesquisa. Já Bolsonaro alcançou 43% da preferência dos entrevistados. Isso representa uma diferença de 14%.

Em relação aos números totais, Lula foi lembrado por 49,2% das pessoas que participaram do questionário. Enquanto isso, o atual presidente ficou com 37,4%. Não sabem ou não quiseram responder representam 1,1%. Os que querem votar nulo ou em branco são 12,4%.

A pesquisa foi feita nos dias 19 e 22 de outubro. O intervalo de confiança é de 95%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia mais:

1 – Live das 5: Bolsonaro dá vexame na Jovem Pan e foge de entrevista após pergunta sobre rachadinha

2 – Exclusivo: fake news de Bolsonaro faz com que buscas por Aids no Google cresçam mais de 3000%

3 – Cancelada no BBB da Globo, Karol Conká é rejeitada em shows de final de ano

Lula lidera 1° turno

O ex-presidente lidera a pesquisa no primeiro turno. Em disputa contra Bolsonaro, Moro, Ciro, Datena e Doria, o petista ocupa a primeira posição nas intenções de votos.

Lula tem 38,1% do apoio dos entrevistados. Bolsonaro vem na sequência com 31,1%. Moro é quem desponta com a preferência da “terceira via” com 9,2%. Ciro Gomes, que tem ficado cada vez mis perto da direita, foi lembrado por 7,2%.

Nos últimos tempos, José Luiz Datena tem usado o Brasil Urgente para bater no PT. Mesmo assim não tem conseguido crescer e foi citado por apenas 4,4% dos entrevistados. João Doria ficou na lanterninha com 3,2%. O tucano ainda sofre sério risco de perder as prévias do PSDB para Eduardo Leite.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.