Moro volta a atacar o STF: “Minaram o combate à corrupção”

Moro STF ataque
Moro voltou a criticar o Supremo

Sergio Moro voltou a atacar o Supremo Tribunal Federal na noite desta terça-feira (7). O ex-juiz participou de um evento em São Paulo e falou que ficou “entristecido” com as decisões do Supremo no caso de Lula. E disse que os ministros do STF minaram o combate à corrupção.

Ele foi questionado sobre a decisão do Ministério Público em dar um parecer pedindo a prescrição no caso do triplex do Guarujá. Porém, ele mudou de assunto e comentou sobre a condenação em segunda instância do ex-presidente, em 2018. Relembrando o episódio de perseguição que cometeu contra o petista.

“O Supremo negou o habeas corpus, que quer dizer que pode expedir a prisão (…) recebi e cumpri o mandado. Três anos depois o Supremo diz: ‘Não, não, estava errado’. Tem que respeitar o Supremo, não concordo com as recentes agressões, mas esse foi um erro (…) O Supremo proferiu decisões que minaram o combate à corrupção”, falou ele.

Leia mais:

1 – Documentos indicam que ex de Bolsonaro participou da lavagem de dinheiro na rachadinha de Carlos

2 – Gabinete de ódio, robôs e funcionários públicos: Como Bolsonaro usou a máquina para vencer prêmio da Time

3 – CCJ aprova perdão para partidos que descumpriram o mínimo de verba eleitoral para mulheres

Moro falou dos erros de Bolsonaro

O ex-ministro de Bolsonaro deixou de lado o período em que fez parte do Governo Federal. E apenas criticou o atual governante brasileiro. Ele apontou os erros da gestão bolsonarista.

Como um “papagaio”, ficou repetindo diversas vezes a palavra “corrupção”. Mas isso não vem tendo efeito junto ao eleitorado. O debate tem sido sobre emprego, desigualdade social e fome. Neste quesito, Lula é quem melhor tem se saído. Não por acaso está em primeiro lugar nas pesquisas, com chance de vencer no primeiro turno.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.