“Não consigo entender”, diz Bolsonaro sobre bom desempenho de governadores em pesquisas

Bolsonaro
Bolsonaro critica medidas restritivas adotadas por governadores

Na manhã de hoje (14), Bolsonaro falou sobre as pesquisas que colocaram os governadores no topo do ranking, após fecharem estabelecimentos durante a pandemia. O presidente disse que não consegue entender quem apoia os mandatários estaduais.

Bolsonaro fez a declaração em entrevista à Rádio Uirapuru Jaguaribana, do Ceará, no dia de ontem (13). A conversa foi transmitida nesta sexta (14).

O presidente falou sobre as medidas restritivas que governadores adotaram para brecar o contágio de coronavírus.

“Como a questão de religião. Eu acho que o governador do Ceará também fechou igreja. Qual o último refúgio de uma pessoa que está desesperada?”, perguntou o presidente.

“A gente fica sabendo que essas pessoas, em outros estados que tomaram atitudes como essa, vão disputar a reeleição, vão para o Senado, e estão bem posicionadas em pesquisas. Não consigo entender essa parte da população”, disse.

Leia mais:

1- Mercadante alfineta “Faria Lima” e diz que plano econômico de Lula será para os mais pobres

2- Governadores resolvem acabar com o congelamento de ICMS sobre combustíveis

3- Presidente está sendo pressionado por outras categorias

Bolsonaro acusa frequentemente os governadores de terem prejudicado a economia

Bolsonaro sempre acusa os governadores de terem “acabado” com a economia do país ao adotarem medidas restritivas e ao isolamento social.

O presidente Nesta chamou, nesta semana, o governador do Maranhão de “gordo” e “ditador”, por não concordar com as medidas restritivas que Flávio Dino decretou no estado.

“Vocês repararam que, em países comunistas, geralmente o chefe é gordo? Coreia do Norte, Venezuela? Gordinho, né? Maranhão?”, disse Bolsonaro a seus apoiadores na chegada ao Palácio da Alvorada, na terça-feira (11).

Flávio Dino respondeu no Twitter o presidente. Ele escreveu que a piada é sem graça e repetida.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link