No Terça Livre, canal de fake news, ministro da Saúde diz ser contra uso obrigatório de máscara

No Terça Livre, canal de fake news, ministro da Saúde diz ser contra uso obrigatório de máscara . Foto: Reprodução/YouTube

Falando ao canal de fake news Terça Livre, canal investigado por disseminar mentiras negacionistas na pandemia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse ser contra a obrigatoriedade do uso de máscaras

LEIA MAIS:

1 – VÍDEO – Após reunião com Fux, Pacheco manda recado a Bolsonaro: ‘Democracia não pode ser questionada como vem sendo’

2 – Padre Júlio Lancellotti ganha prêmio de direitos humanos da Câmara

Ministro fala com os mentirosos do Terça Livre

No Terça Livre, canal de fake news, ministro da Saúde diz ser contra uso obrigatório de máscara . Foto: Reprodução/YouTube

Queiroga ficou contra o uso de máscaras e defendeu a retomada das aulas presenciais.

“Somos contra essa obrigatoriedade [do uso de máscaras]. O Brasil tem muitas leis e as pessoas, infelizmente, não observam. O uso de máscaras tem de ser um ato de conscientização”, afirmou Queiroga nesta quarta (18).

CPI da Covid quebrou o sigilo bancário do Terça Livre sob argumento de o canal disseminar fake news sobre a pandemia. A página também está na mira do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A pedido da Polícia Federal, a corte mandou redes sociais suspenderem repasses a canais investigados por fake news.

Diversos estados e municípios obrigam o uso de máscaras em locais públicos, sob pena de multa.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já foi multado pelo governo de São Paulo e do Maranhão por desrespeitar esta regra, além de promover aglomeração em viagens aos estados.