Pazuello passa um ano e meio hospedado em hotel e irrita generais do Alto Comando

Pazuello de máscara
Eduardo Pazuello.
Foto: Sérgio Lima

Eduardo Pazuello tem causado revolta em generais do Alto Comando do Exército. O ex-ministro da Saúde está hospedado há um ano e meio no Hotel de Trânsito de Oficiais do Exército. Entretanto, as regras do próprio hotel estabelecem que cada oficial só pode se hospedar por, no máximo, 30 dias.

Podem ficar no hotel por mais tempo oficiais que têm autorização por escrito do comandante da Região Militar ou unidade gestora do hotel. No caso de Pazuello, ela não existe.

Não há posicionamento oficial do Exército sobre o caso, mas o incômodo já circula nos bastidores. Emissários de Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, comandante do Exército, e o almirante Flávio Rocha, secretário de Assuntos Estratégicos, querem que Pazuello mude para um apartamento funcional.

O ex-ministro tem se recusado a deixar o local, alegando ter direito de ficar lá.

Leia também:

1 – Alcolumbre revela a aliados quando pretende marcar a sabatina de Mendonça

2 – Em reunião, Guedes se descontrola e chama ministro astronauta de “burro”

3 – Maurício Souza não pretende se desculpar por homofobia e já tem um plano fora das quadras

Diária no hotel onde Pazuello está hospedado é de R$ 85

A diária no Hotel de Trânsito de Oficiais do Exército custa R$ 85. Membros do Exército dizem que o general tem pago a diária e também faz uso do Clube do Exército, que fica ao lado do imóvel. No local, há piscinas, quadras, churrasqueiras e restaurantes.

Pazuello se mudou para o hotel em abril de 2020, quando se tornou secretário-executivo de Nelson Teich.

 

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.