Presidente do PSDB em SP diz que partido estará nas ruas de novo após briga com PCO

Fernando Alfredo, presidente do diretório paulistano do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), foi às redes sociais neste domingo (04) comentar a briga de membros da legenda com o Partido da Causa Operária (PCO) durante manifestação pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no 3J em São Paulo.

Militantes do PCO agrediram os do PSDB que aderiram ao ato realizado ontem (03) contra BolsonaroPessoas que presenciaram o tumulto disseram que tucanos foram agredidos com pauladas e ovos. Veja abaixo:

Além de confirmar a presença do PSDB em futuras manifestações de rua, Alfredo criticou a direção nacional do partido que, segundo ele, se manifestou sem sabedoria.

“O ato isolado de 10 pessoas não pode ser configurado como intolerância de toda esquerda”, disse Alfredo.

“Se o próprio Governador Mário Covas não fugiu de um enfrentamento na porta da Secretaria Estadual de Educação, quem dirá eu, lutando pelo país, a favor da VIDA e dá DEMOCRACIA”, apontou o presidente do diretório paulistano do PSDB.

LEIA MAIS – “Não queremos mais ódio. Atos de violência não contribuem para nossas causas”, diz Suplicy sobre briga entre PCO e PSDB

Leia, abaixo, a íntegra do texto publicado por ele:

O ato isolado de 10 pessoas não pode ser configurado como intolerância de toda esquerda. Mais uma vez a direção nacional se pronuncia sem sabedoria.

Nós não vamos nos acovardar, a rua é nossa e o país também. Vamos retomar o Brasil.

Prefiro ir para a rua apanhar do que ficar do gabinete emitindo nota em Twitter.

Orgulho dos meus pares tucanos, e todos que estiveram ontem na Av. Paulista.

Obrigado aos que foram e aos que não puderam ir, mas estavam na torcida.

Se o próprio Governador Mário Covas não fugiu de um enfrentamento na porta da Secretaria Estadual de Educação, quem dirá eu, lutando pelo país, a favor da VIDA e dá DEMOCRACIA.

“SOMOS SUBVERSIVOS DENTRO DO DO NOSSO PARTIDO”

Mario Covas.

“É POSSÍVEL FAZER POLÍTICA SEM ÓDIO”

Bruno Covas

 

O ato isolado de 10 pessoas não pode ser configurado como intolerância de toda esquerda. Mais uma vez a direção nacional…

Publicado por Fernando Alfredo em Domingo, 4 de julho de 2021

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!