Veja faz campanha para Moro e ignora mensagens vazadas da Lava Jato

Veja faz campanha para o "partido da Lava Jato"
A Capa da última edição da Veja. Foto: Reprodução

A Veja entrou de vez na campanha de Sergio Moro. A edição desta semana traz a hashtag #VemMoro2022 e manifesta apoio ao “partido da Lava Jato”. A matéria de capa da trata da ida de membros da força-tarefa para a política.

O texto lembra os sete anos da Lava Jato, os protagonistas e os condenados, mas em momento algum cita os diálogos vazados e que revelam as ilegalidades cometidas pela operação.

Veja diz que o “ato mais extraordinário” foi a prisão de Lula, que não classificou de ilegal apesar das decisões do STF contrárias as sentenças de Moro.

A matéria ainda levanta discussão sobre a “interseção entre política e Justiça”, mas chama o fato de Sergio Moro mandar prender Lula para favorecer seu futuro chefe, Jair Bolsonaro, de “narrativa”.

“Esse propósito político de alguns representantes da Lava ­Jato, muitas vezes, se mostrou real”, diz a Veja. Mas para a revista, Moro não é um deles. Cita Marcelo Bretas, que atuou pessoalmente para a eleição de Wilson Witzel e ignora o futuro candidato pelo Podemos.

Leia também:

1 – OAB tem de se manifestar sobre postura criminosa do MP e do Juiz na delação de Palocci. Por Kakay

2 – Piloto do avião de Marília Mendonça avisou por rádio que estava tentando pousar

3 – Briga de vereadoras na Câmara de SP deve acabar em cassação

O partido da Lava Jato

Além de Sergio Moro e Dallagnol, outros personagens da operação devem migrar para a política. O ex-procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, estuda a possibilidade de concorrer como deputado federal por Minas Gerais ou Brasília. Carlos Fernando dos Santos Lima, ex-procurador, também conversa com o Podemos e Sergio Moro.

O ex-juiz se filiou ao partido na última quarta (10) e deve concorrer à presidência. Deltan, por sua vez, deve se lançar candidato a deputado federal pelo Paraná.

 

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link