VÍDEO: Tenente Coronel da PM de SP critica Bolsonaro e ato golpista de 7 de setembro

Tenente Coronel Paulo Ribeiro – Foto: Reprodução

Vídeo que circula nas redes sociais mostra algo inusitado sobre o ato bolsonarista de 7 de setembro. O Tenente Coronel, Paulo Jose Ribeiro Da Silva, 57, criticou o presidente Jair Bolsonaro e participação da PM nas manifestações.

“Policiais militares do Estado de São Paulo, estamos vivendo um momento delicado em que aventureiros e irresponsáveis tentam nos conduzir para consecução de seus objetivos espúrios”, iniciou o Ribeiro.

“A PM se destina a estrita obediência ou ordenamento jurídico e a defesa da dignidade humanam sendo, portanto, vedado aos seus integrantes pregar a ruptura institucional e democrática do país. O poder político só é conquistado pela via legal, o voto”, continuou.

O tenente ainda atribuiu responsabilidades da PM ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB).”Governador, o senhor é o comandante maior da PM do estado de SP é de sua inteira responsabilidade freiar arroubos delirantes que visam a quebra da ordem disciplinar na PM de São Paulo”.

“Por isso caros combatentes, permaneçamos firmes e leais ao povo de São Paulo. Concentremos nossos esforços em nossa luta por melhores salários. Pois esses que nos consintam a defender um presidente que nada faz pela PM estão, muito bem recompensados em cargos comissionados no governo federal”, finalizou.

Confira abaixo:

Leia também

1- Governadores temem armas e invasões no ato golpista de 7 de setembro

2- VÍDEO – Investigado no STF, Zé Trovão pede dinheiro para atos golpistas do 7 de setembro

PMs de seis estados convocam para ato golpista de 7 de setembro

Membros da Polícia Militar (PM) de pelo menos seis estados convocam para o ato golpista de 7 de setembro.

Os convites partem de policiais de diferentes patentes e ocorre principalmente nas redes sociais.

Entre eles há agentes da ativa e da reserva em São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Espírito Santo, Ceará e Paraíba.