VÍDEOS: mulher chama Bolsonaro de genocida durante discurso em Belo Horizonte

Bolsonaro é chamado de genocida durante discurso em BH. Imagem: Reprodução
Bolsonaro é chamado de genocida durante discurso em BH. Imagem: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi chamado de “genocida” por uma mulher enquanto discursava sobre a pandemia em Belo Horizonte. Assim que a manifestante começou, o presidente imediatamente se perdeu nas palavras e seu intérprete de libras ficou espantado.

Assista ao vídeo no final da página.

Leia mais:

1. VÍDEO: Na CPI, Contarato confronta Fakhoury por ataque homofóbico

2. Quem é Fakhoury, abandonado na CPI pela tropa de choque bolsonarista

3. Idoso pede R$ 100 mil de indenização à Prevent Senior por prescrição do “kit covid”

“Genocida”

É possível ouvir a mulher gritar “genocida” e deixar Bolsonaro desconcertado. Logo em seguida, os apoiadores do presidente passaram a vaiá-la e um deles a chamou de “vagabunda”.

O presidente chegou até a respirar fundo.

“Calma, pessoal. Isso é bom que aconteça. Eu não vou ofender essa senhora que proferiu essas palavras que nem deu pra entender”, disse ele.

Assista aos vídeos abaixo.

Bolsonaro já foi xingado outras vezes

No mês de maio, em agenda no Maranhão, a comitiva do presidente foi recebida na cidade de Açailândia com diversas vaias. Ele estava no estado para a entrega simbólica de títulos de terra a assentados.

Já no mês de junho, Bolsonaro foi escrachado por passageiros de um avião ao aparecer de surpresa na aeronave, em Vitória, capital do Espírito Santo. Ele cumprimentou tripulantes e alguns poucos apoiadores sob vaias e gritos de “genocida”.

Há pouco mais de uma semana, em Nova York, o ocupante do Planalto foi recebido por um grupo que cantou “Bolsonaro, pode esperar, a sua hora vai chegar”, o chamou de genocida e disse “tem sangue nas suas mãos, seu assassino nojento”.