Sabadão do DCM – Zambelli é intimada a depor na PF; Bolsonaro acelera para o tudo ou nada no 7 de setembro

Zambelli é intimada a depor na PF; Bolsonaro acelera para o tudo ou nada no 7 de setembro -Thumb/DCM

Zambelli e Bolsonaro são o assunto. Fabrício Rinaldi analisa as últimas notícias e conversa com o ativista André Constantine e com o deputado federal Vicentinho. Na sequência Kiko Nogueira conversa com o advogado líder do grupo Prerrogativas, Marco Aurélio de Carvalho.

Leia também

1- Amigo de Eduardo, Steve Bannon entra na mira da PF; Entenda

2- Em carta, Roberto Jefferson detalha problemas de saúde; filha diz que ele “corre sério risco de morte”

Zambelli

Intimada pela Polícia Federal, Carla Zambelli se manifestou nas redes. A deputada bolsonarista aponta uma suposta coincidência a convocação ocorrer antes do 7 de setembro. Ela é uma das que tentam mobilizar o gado para o ato golpista.

A deputada confirmou que vai depor, mas diz que manterá suas “convicções”.

“Mesmo sem ter acesso aos autos, em respeito a Polícia Federal e a Constituição, me farei presente. É certo que para mim, o mar ficará agitado após essa oitiva, mas nada impedirá que mantenha minhas convicções e acredite naquilo que sempre defendi, afirmou.

Ameaças de Bolsonaro

Após uma motociata de cerca de duas horas, Bolsonaro discursou a apoiadores no Polo de Caruaru, neste sábado (04). O presidente atacou novamente o STF às vésperas dos atos golpistas do dia 7 de setembro.

Ele afirmou que os que “ousam não nos respeitar serão colocados no devido lugar”. “No próximo dia 7, todos nós temos um encontro com nosso destino. Enquanto juristas procuram quem é o poder moderador do Brasil, eu digo que o poder moderador é o povo brasileiro”, disse o presidente.

Bolsonaro afirmou que, caso ministros da Corte não sejam “enquadrados”, há possibilidade real de ruptura institucional.

“Ruptura essa que eu não quero e nem desejo. E tenho certeza nem o povo brasileiro assim o quer. Mas a responsabilidade cabe a cada poder”, disse.

Confira a live abaixo: