Por que o bolsonarista Zé Trovão não está preso

Zé Trovão
Zé Trovão está foragido no México

O bolsonarista Zé Trovão sofreu uma derrota pesada hoje (18) no STF. Como mostrou o DCM, a maioria dos ministros votou para que o habeas corpus pedido por ele fosse negado. Diante disso, como acontece em qualquer caso, ele teria de continuar preso, já que há um pedido de prisão válido. Mas por que o caminhoneiro que incentivou um golpe de estado ainda não está preso?

A resposta é simples: porque ele está foragido. Desde que eclodiu nas redes sociais com críticas intensas ao STF e pedindo um golpe de estado, Zé Trovão virou protagonista. Nos atos de 7 de setembro, ele chegou a desafiar Alexandre de Moraes dizendo que estaria na Paulista. Primeiro, ele foi proibido de se aproximar de Brasília, mas depois, teve seu pedido de prisão decretado.

Desde então, Zé Trovão fugiu do Brasil e seu destino é um incógnita. Ele já gravou diversos vídeos insistindo para que Bolsonaro desse um golpe de estado e incentivou caminhoneiros a irem a Brasília. Nesta ocasião, inclusive, surgiu mais uma onda de fake news quando se espalharam vídeos de caminhoneiros aos prantos dizendo que Bolsonaro decretou estado de sítio.

Leia mais:

1 – Esposa de Eduardo Bolsonaro mentiu: Deputado usa dinheiro público em viagens

2 – Suspeito de financiar tráfico de cocaína em aviões da FAB é preso

3 – Em meio à fome generalizada, Bolsonaro quer privatizar a CeasaMinas

Zé Trovão vai preso?

Após Bolsonaro recuar e pedir desculpas ao STF, Zé Trovão ficou órfão e sem reação. O bolsonarista diminuiu consideravelmente suas aparições e chegou a explicar que estava foragido porque era perseguido. Em alguns momentos, a PF quase o pegou, localizando o caminhoneiro no México, onde ele gravou um vídeo com Oswaldo Eustáquio.

A estratégia dele era se manter fugitivo até o Supremo julgar seu habeas corpus, o que já aconteceu. Agora, Zé Trovão volta à estaca zero. Ou se entrega e vai preso, ou será perseguido, inclusive com seu nome incluído na Interpol.