Bolsonaro não riu ao ler o relatório da CPI; Saiba como ele reagiu

Bolsonaro
Bolsonaro é acusado de 9 crimes; – Foto; Reprodução

Acostumado com Fake News, Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) resolveu tirar sarro da CPI no mesmo dia em que foi atribuída a leitura do relatório final da comissão. Como um bom filho, o senador afirmou que o presidente riu quando recebeu a notícia de que o documento pediria seu indiciamento.

Porém, de acordo com aliados, Bolsonaro ficou bravo por o acusaram de crimes como charlatanismo, epidemia com morte e fraude de documentos.

O presidente foi indiciado por 9 crimes. Segundo apurou o DCM, o mandatário está furioso com os senadores da base aliada por não conseguiram barrar nada no relatório.

Leia também:

1; Presidente está usando a PF para colocar Mendonça no STF, dizem aliados

2; Ricardo Nunes quer aumentar IPTU de pobres em 90% em plena crise

3; VÍDEOS: Bolsonaristas invadem Câmara de Porto Alegre, agridem vereadores e causam briga generalizada

Crimes de Bolsonaro somam até 40 anos de prisão

Apontado como um dos principais responsáveis pelo agravamento da pandemia de coronavírus no país, Bolsonaro pode chegar a quase 40 anos de prisão. Em hipótese de pena mínima, o mesmo cálculo levaria a pouco mais de 20 anos de detenção.

Crimes imputados ao presidente são previstos no Código Penal, com pena de prisão. Crimes contra a humanidade e crimes de responsabilidade podem resultar em impeachment.

É importante observar, no entanto, que vários artigos do Código Penal que fundamentam as alegações contra Bolsonaro permitem a aplicação de multas em vez de medidas restritivas de liberdade.