Parte do Centrão quer Temer como vice de Bolsonaro

Temer e Bolsonaro se cumprimentam
Temer e Bolsonaro – Foto: Alan Santos / PR / Divulgação

Bolsonaro não dá valor às suas alianças. Na mais nova, o mandatário zombou na cara de parte do Centrão. Segundo apurou o DCM, o MDB e mais dois partidos fizeram uma oferta discreta ao presidente: Temer como vice em 2022.

Apesar de ter tido a pele salva diversas vezes pelo ex-chefe de Estado, Bolsonaro esculachou o pedido: “Pra ele me derrubar?”, questionou em referência à articulação do golpe contra Dilma. Por essas e outras, Bolsonaro se distancia cada vez mais de suas bases aliadas.

Leia também

1- Caso Covaxin: STF vê indício de crime em contrato entre governo e Precisa

2- Zema é aconselhado a se afastar de presidente; entenda

Dupla salvação

Com medo, Bolsonaro tanta não perder seu mandato de parlamentar por pregar golpe. Temer resolveu salvar o atual mandatário com uma carta de recuo.

Assim como aconteceu em 2021, há 22 anos, em 1999, o então presidente da Câmara dos Deputados, Michael Temer bolou um plano para livrar o atual mandatário. Temer montou uma operação com o Centrão e salvou Bolsonaro da cassação.

Centrão de saco cheio

O Centrão já está desacreditado do poder do mandatário. Como disse o DCM anteriormente, após atingir o pior índice de rejeição de seu mandato um cacique da base aliada definiu: “Bolsonaro acabou”. O núcleo definiu que o presidente não tem forças para virar o jogo, muito menos, viabilidade eleitoral.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!