Doria elege o vice dos sonhos para Rodrigo Garcia em SP

Atualizado em 11 de outubro de 2021 às 19:39
Doria e Rodrigo Garcia
Doria tenta emplacar Rodrigo Garcia ao Governo de São Paulo em 2022 – Foto: Reprodução

A disputa pelo cargo de vice na chapa tucana para o governo de São Paulo em 2022 está cada vez mais acirrada. Segundo apuração do DCM, o atual governador João Doria (PSDB) já escolheu o vice dos sonhos para Rodrigo Garcia (PSDB).

Alguns nomes especulados para a função são: o atual secretário da Casa Civil de João Doria, Cauê Macris (PSDB), e o prefeito de São Bernardo dos Campos, Orlando Morando (PSDB).

Contudo, Doria tem um desejo fora do partido tucano. o secretário da Fazenda de Doria, Henrique Meirelles (MDB) seria o vice perfeito, segundo o governador.

Leia também:

1- STF nega pedido que tentava forçar sabatina de Mendonça; o que acontece agora?

2- Bolsonaro sabia de vídeo de Malafaia e fez um pedido a pastor

3- Bolsonarista que usava taco de beisebol em atos faz ameaças ao DCM em ligação

Gestão tucana

O governo tucano em São Paulo, que tem como vice Rodrigo Garcia, é reprovado por 38% da população, que consideram a gestão ruim ou péssima. Apenas 24% a avaliam como ótima ou boa, segundo pesquisa Datafolha do mês passado.

Outros 38% classificam o tucano como regular. A nota média do governo Doria, entre 0 e 10, foi de 4,7. Com isso, a busca para emplacar Rodrigo Garcia para sucedê-lo no Governo de São Paulo pode ser um fracasso.

Doria pretende ser candidato à Presidência da República em 2022 e disputará ainda neste ano a vaga de presidenciável do PSDB em prévias contra Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul.

Doria x Leite x Mandetta

Ao participarem juntos na quinta-feira (07) do 14º Encontro de Líderes da Comunitas, Doria, Eduardo Leite (PSDB) e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) se comprometeram a estarem juntos na eleição presidencial do próximo ano.

Mandetta afirmou que os diálogos entre os que almejam se candidatar têm sido mantidos rotineiramente. “Vai haver entendimento político. Nós teremos convergência política.  A senha para sentar à mesa é: quem quer apoio tem que se dispor a apoiar”, disse.

Doria seguiu na mesma linha. “Eduardo Leite, Mandetta e outros que não puderam estar aqui, nós estaremos juntos”, afirmou.

O governador gaúcho, por sua vez, se comprometeu a fazer campanha em favor do nome que encabeça terceira via. “Eu me cuvo aos entendimentos que venham a se fazer em torno da candidatura que melhor se conectar aos intereses da população”, completou.