Apoie o DCM

Bolsonarista que está em cruzada contra o STF é escolhida por Bia Kicis como relatora da PEC Pazuello

Bia Kicis
Bia Kicis escolheu aliada – Foto: Divulgação/Câmara

Chris Tonietto (PSL) foi escolhida por Bia Kicis (PSL) para ser relatora da PEC do Pazuello, que tem como objetivo barrar militares da ativa em funções políticas. A presidente bolsonarista da Comissão de Constituição e Justiça decidiu dar o espaço para uma aliada. A informação é da Folha de S. Paulo.

Chris trabalha com afinco em projetos contra o aborto. E também para limitar a atuação do Supremo Tribunal. Um desses projetos foi intitulado de ativismo judiciário. O objetivo é facilitar o impeachment de ministros da Corte. Só que isso não avançou no Congresso.

Ela é apoiadora de Jair Bolsonaro. Tanto que votou quase sempre a favor dos desejos do presidente. A escolha de Bia não agradou os parlamentares que defendem a PEC. Eles esperavam alguém mais técnica para poder ter uma discussão menos poluída no Congresso.

Leia mais:

1 – Babá que pulou do 3º andar revela série de agressões e abusos da patroa: ‘era muita maldade’

2 – Sérgio Camargo diz que amigos lhe ‘deram as costas’ porque ele apoia Bolsonaro

3 – Risco de motim faz corregedoria tentar impedir presença ilegal de PMs em ato pró-Bolsonaro

Bia Kicis é criticada

Os bolsonaristas estão em baixa na Câmara. A autora da PEC, Perpétua Almeida (PCdoB), criticou a escolha da colega. A insatisfação foi externada e que mostra como tudo deve ocorrer nos próximos dias.

“Bia segue sendo Bia, não nos surpreende. A relatora não poderá fugir de um relatório técnico. Ela não irá relatar mérito, mas a constitucionalidade. Se assim não for, fatalmente seu relatório terá dificuldades de aprovar”, comentou.