Apoie o DCM

PTB expulsa Christiane Brasil e Oswaldo Eustáquio

Roberto Jefferson, presidente do PTB, e Cristiane Brasil, sua filha
Roberto Jefferson e Cristhiane Brasil.
Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo

O PTB decidiu expulsar Cristhiane Brasil e Oswaldo Eustáquio. O anúncio foi feito nesta quarta (6). Além da filha do presidente do partido e do blogueiro bolsonarista, a sigla também vai expulsar o pastor evangélico Fadi Faraj. Sobre os dois últimos, o PTB ainda prometeu denunciá-los por fake news contra a legenda.

A presidente interina do partido, Graciela Nienov, acusa a filha de Jefferson de se intrometer nas negociações para filiar Jair Bolsonaro, segundo o UOL. Os dirigentes partidários já estão tratando do assunto. Nienov está no comando do partido desde que o bolsonarista foi preso, em 13 de agosto.

Leia também:

1 – Centrão fritou Guedes e votou pela convocação de ministro: “Esse já era”

2 – Moro pretende acompanhar depoimento de Bolsonaro e pensa até em interrogar presidente

3 – Ministros do STF não desconfiavam de infiltrada de Allan dos Santos

Novela do PTB já dura quase uma semana

Desde a quarta-feira da semana passada (29), o partido estuda expulsar os três. Roberto Jefferson aprovou o movimento, vendo o caso como uma estratégia para viabilizar a filiação do presidente. A ordem, por meio de cartas da prisão, é filiar Bolsonaro e conter as divergências internas, “limpando o partido de infestações”.

Cristhiane quer assumir a presidência do partido como sucessora do pai. No caso de Oswaldo Eustáquio, a razão é a briga que ele travou com a ministra Damares Alves, o que causou estresse na cúpula do PTB. Já Fadi Faraj, que comanda o diretório no DF, aproximou-se de lideranças políticas que fogem à linha ideológica do partido.

Filha do presidente do partido tem dito que o pai “não está bem da cabeça”.