Deputados articularam derrota a Lira ao barrar PEC que mudaria composição do CNMP

Arthur Lira
Arthur Lira sofreu nova derrota na Câmara

Arthur Lira, junto com a base bolsonarista, trabalhou para que a PEC que mudaria composição do CNMP. Porém, deputados lavajatistas articularam para derrotar o presidente da Câmara. Os parlamentares contra a proposta conseguiram vencer o desejo do aliado do presidente.

Conforme apurou o DCM, os deputados que defendem a Lava Jato deixaram claro que iriam impedir a vitória da PEC. Só que o presidente da Câmara se mostrou muito confiante. Até porque tinha o apoio de alguns representantes da esquerda. Só que isso não foi o suficiente.

O presidente da Câmara saiu muito irritado com a votação e não vai deixar a situação “barata”. Ele já avisou para articuladores que seu desejo prevalecerá. E os trabalhos para que a PEC saia do papel seguirão.

Leia mais:

1 – Operação que prendeu primo de Davi Alcolumbre começou quando André Mendonça era ministro da Justiça

2 – Líder icônico do PSDB, Tião Farias pede anulação da filiação de Joice Hasselmann e atrapalha planos de Doria nas prévias

3 – MST recebe prêmio de Justiça Social da ONU por atuação em defesa dos trabalhadores no Brasil

Deputados derrotaram Arthur Lira

Apelidada pelos opositores de “PEC da Vingança”, a proposta que mudaria a composição do Conselho Nacional do Ministério Público não passou. A votação ocorreu nesta quarta (20) e 297 foram favoráveis a proposta, enquanto 182 contra. Só que, para a PEC passar, eram necessários 308 votos no mínimo.

Uma nova votação acontecerá em outra sessão. Os deputados vão apreciar o texto original. É preciso que 308 parlamentares votem sim, em dois turnos, e depois o projeto é avaliado no Senado. Caso os senadores aprovem, aí a PEC entrará em vigor.