Com febre alta, bolsonarista Roberto Jefferson é internado em hospital de presídio

roberto jefferson febre
Roberto Jefferson está internado e defesa pediu transferência para hospital particular

Roberto Jefferson foi internado na tarde de sábado (23), segundo a vice nacional do PTB. Garciela Nienov usou o perfil do Twitter neste domingo (24) para dar detalhes do estado de saúde do ex-deputado federal. Ela pediu orações ao bolsonarista, que está preso desde 13 de agosto.

“Roberto Jefferson teve que ser internado no hospital do presídio, com quadro de febre alta (39°C). Pressão baixa (09/5), taquicardia (110bpm), dor na palpação na região do fígado. Acúmulo de líquido nas pernas. Peço a vocês orações para que ele possa sair dessa”, escreveu ela.

Cristhiane Brasil também usou o Twitter para falar sobre o estado clínico do bolsonarista. “Meu pai voltou pro hospital do presídio. Sua saúde frágil não lhe permite ficar num ambiente tóxico daquele, longe da sua cuidadora. Se ele não sair logo pra casa, o pior pode acontecer. Oro pra que o Alexandre deixe-o ir pra casa”, destacou.

Diante do quadro médico, advogados do presidente do PTB solicitaram ao STF que ele seja transferido para um hospital particular do Rio de Janeiro. A alegação da defesa é que ele está correndo “grave risco” de vida.

“É inequívoco a existência de grave risco de o requerente morrer, caso seja mantido no estabelecimento prisional, eis que a SEAP [Secretária de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro] já afirmou não possuir condições adequadas para manter a estabilização da sua saúde”, diz trecho do pedido.

Confira os tuítes:

 

Leia mais:

1 – Após discurso de Guedes, Lira pede união entre Poderes e se diz comprometido com “solidez fiscal do país”

2 – Demissões e falta de segurança: como era o set de filmagem antes de Alec Baldwin matar uma diretora

3 – Ouça ÁUDIO da ligação de emergência após Alec Baldwin atirar em diretora

Por que Roberto Jefferson está preso?

O presidente do PTB foi preso por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes. Ele é investigado por ser um dos líderes de atos antidemocráticos. O bolsonarista foi responsável de promover ataques contra o STF e políticos da esquerda.