Temer cogita abandonar Bolsonaro e já pensa em encontrar Lula

Emedebista admitiu que uma parcela do partido deseja apoiar o petista nas eleições

Temer
Foto: Reprodução

O ex-presidente Michel Temer, que chegou ao poder após o golpe de 2016, andou cogitando a ideia de abandonar o atual mandatário Jair Bolsonaro para apoiar Lula nas eleições deste ano.

O emedebista sinalizou que aceitaria um convite para se reunir com o ex-presidente petista em Brasília, no próximo mês. A proposta foi levada a Temer nos últimos dias por um interlocutor ligado ao PT.

Temer ainda se diz ressentido dos ataques que recebe de uma ala do PT. Os petistas próximos à ex-presidente Dilma Rousseff rechaçam a aproximação com o ex-presidente. Consideram que o então vice de Dilma conspirou por seu impeachment.

Leia também:

1- Após contato com Moro, Joaquim Barbosa terá que fazer teste de Covid

2- Lideranças indígenas detonam Bolsonaro e Doria: “A gente quer ser vacinado”

3- Queiroga sobre vacinação infantil: “Não é uma questão coletiva”

Temer fala sobre encontro com interlocutor ligado a Lula

Porém, nesta quinta (13), Temer disse que foi procurado por “uma pessoa muito elegante” ligada ao ex-presidente Lula (PT) nos últimos meses. Também admitiu que uma parcela do MDB deseja apoiar o petista nas eleições presidenciais deste ano.

“Em dado momento, fui procurado por uma pessoa muito elegante ligada a ele [Lula] e eu disse: ‘Olha, eu compreendo o presidente Lula’. Porque nós temos quilometragem na vida pública. Ele me procurou dois ou três dias depois que o ex-presidente fez um discurso em um sindicato”, disse Temer.

“E eu sinto que ele falou para a base dele, dizendo que ‘o Temer e o Bolsonaro destruíram o País’. Eu compreendo o presidente Lula. Ele não disse para mim, mas para a base dele. Mas, evidentemente, neste momento nós vamos conversar, como conversei no passado”, acrescentou.

Temer ainda declarou que “conversar é o que tipifica a democracia” e que, “ao dialogar, se você tiver responsabilidade com o País, pode até tentar influenciar”.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.