Weintraub detona STF e insinua que pode ser candidato a governador de SP

Abraham Weintraub
Abraham Weintraub continua defendendo pautas bolsonaristas

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub disse nesta segunda (11) que os brasileiros não vivem mais em uma democracia. Ele afirmou que há “descumprimento de regras”. E que há um “reizinho sentado no STF”.

“Não vivemos mais em uma democracia. Não tem mais liberdade. Não tem mais previsibilidade jurídica. Tem um reizinho sentado lá no STF, que manda prender um, soltar outro”, falou o bolsonarista. Tudo ocorreu em bate-papo com apoiadores nas redes sociais.

“Nós temos a imensa maioria do Brasil conservadora. As pessoas saíram no 7 de Setembro às ruas e falaram: vocês não estão respeitando as regras”, continuou.

“Se Deus me colocar lá, pode ter certeza que eu vou fazer o que eu sei fazer de melhor. Eu vou para o combate. Não de soco, de porrada. Eu vou para o bom combate”, acrescentou.

Jornalistas da CNN e do Estadão estavam ouvindo o áudio e uma apoiadora identificou. Ela falou para o ex-ministro e ele disparou: “Não tem como derrubar eles?”. Mais uma prova que o bolsonarismo não sabe lidar com a democracia.

Leia mais:

1 – Junção de PSL e DEM, União Brasil tem trabalhado em um novo plano

2 – VÍDEO: Policiais retiram homem negro paraplégico de carro pelos cabelos nos EUA

3 – Queiroga reafirma à CPI que Coronavac não deve ser usada em 2022

Abraham Weintraub é candidato a governador de SP?

Ele é alvo do inquérito que apura organização e financiamento de condutas que atentam contra o Judiciário. “Eu tô sendo investigado com base em uma lei que não existe mais [Lei de Segurança Nacional, substituída em setembro por uma nova norma]. Não tive acesso aos autos. É uma ditadura. Mas eu tô bem confiante que a gente consegue voltar para o Brasil sem ser preso”, detonou.

E falou sobre uma possível candidatura ao Governo de São Paulo. Não sou candidato… ainda. Não tenho partido, não tenho nada”.