Essencial do DCM: Bolsonaro volta a atacar vacinas; Alexandre de Moraes dá 30 dias para o sujeito depor à PF

Essencial do DCM
Bolsonaro volta a atacar vacinas; Alexandre de Moraes dá 30 dias para o sujeito depor à PF – Thumb/DCM

Bolsonaro é o assunto. AO VIVO. Kiko Nogueira analisa as últimas notícias e conversa com o jornalista Nando Gross.

Leia também:

1- Governadores impõem condição para apoiarem proposta de Lira para baixar preço da gasolina

2- Bancada feminina quer derrubar veto à distribuição de absorventes

3- Cientistas fazem apelo após Economia fazer corte milionário em recursos destinos à pesquisa

Bolsonaro contra vacina

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a desestimular a vacinação contra o coronavírus. Ao citar a mortalidade na população com menos de 20 anos, o presidente da República questionou: “Por que vacina?”. Na faixa etária citada, são mais de 6 mil mortes pela doença no Brasil.

“O número de pessoas que morrem por Covid abaixo de 20 anos está — hein, Queiroga? — 99,99 alguma coisa. Não é isso, Queiroga? Então, por que vacina? Meu Deus do céu. Será que é um negócio que estamos vendo em jogo no Brasil e no mundo? É um negócio que ninguém tem coragem de falar, porque politicamente não é bom falar, se perde voto, perde simpatia. Vão te chamar de negacionista, de terraplanista. Vivemos a hipocrisia, e quase o mundo todo vive na hipocrisia”, disse, ao participar de evento no Palácio do Planalto.

Na transmissão ao vivo feita horas depois, Bolsonaro voltou a repetir que a chance de óbito entre “a garotada” que contrai o vírus é “quase nula”.

Depoimento

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou que a Polícia Federal tome em 30 dias o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura se ele interferiu politicamente na instituição.

Dentro desse prazo, Bolsonaro poderá marcar dia e hora para ser interrogado sobre a acusação do ex-ministro Sergio Moro. A de que o presidente agiu para blindar aliados e familiares de investigações.

Confira a live abaixo: