Fernanda Torres: “No Brasil nunca se aprende com o que aconteceu antes”

Fernanda Torres. Foto: Reprodução/Facebook

Fernanda Torres deu uma entrevista ao site Glamurama sobre seu trabalho e disse o seguinte sobre o Brasil sob Bolsonaro.

“O Brasil é um país que está sempre zerando para começar de novo. Fazemos assim: agora vamos acabar com tudo que está aí e não presta, vamos começar do zero. Aí, nunca se aprende com o que aconteceu antes, estamos sempre destruindo o que foi feito. Têm políticas de governo e políticas de Estado. Mas tem uma confusão aí. Muda o governo e tudo que era política de Estado vai junto com o novo”.

A atriz acredita que o humor continua sendo uma boa maneira de abrir a discussão, colocar temas em pauta: “Existe esse lado dele como crítica, de fazer pensar. Estamos vivendo um período muito difícil. Temos fatias da sociedade que não falam a mesma língua. O que para você seria um direito, para o outro, é uma ofensa. E nós chegamos nisso. Acho que o humor é uma boa maneira de abrir o diálogo”, reflete. “O que mais me aflige é que parece que estamos vivendo numa sociedade dividida em lógicas que não conversam, que é impossível dialogar. Como se fossem visões de mundo tão distantes que não conseguem nem ter um campo comum”.

E comenta sobre o momento para a atividade artística. “A cultura hoje é vista como inimiga. Ela bate de frente com algumas questões do governo, então é claro que isso ia acontecer. Esse discurso que a classe artística “mama nas tetas” do governo, ouvimos toda hora. Se agravou agora, mas também vem de antes. A série é uma excelente reflexão da nossa sociedade, independente de quem esteja no poder”.

Categorias
Destaque
Pedro Zambarda de Araujo

Escritor, jornalista e blogueiro. Autor dos projetos Drops de Jogos e Geração Gamer, que cobrem jogos digitais feitos no Brasil e globalmente. Teve passagem pelo site da revista Exame e pelo site TechTudo. E-mail: [email protected]

Relacionado por