Ozzy Osbourne é geneticamente um mutante, afirma pesquisa

Ozzy Osbourne – AFP/Arquivos

Rolling Stone informa que pesquisadores do Knome Inc., de Cambridge, no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, buscaram Ozzy Osbourne, em 2010, para entender como o Príncipe das Trevas sobreviveu aos anos de abuso de drogas e álcool.

De acordo com a publicação, anos de pesquisa depois, eles encontraram que a resposta para a sobrevivência do ex-vocalista do Black Sabbath aos excessos é genética. “Ozzy é geneticamente um mutante”, escreveu Bill Sullivan no livro Pleased to Meet Me: Genes, Germs and the Curious Forces that Make Us Who We Are, lançado pelo selo National Geographic, lançado em agosto, de acordo com artigo publicado no New York Post.

O pesquisador e professor da escola de medicina da Universidade de Indiana explica que existem variantes na genética humana que muda a forma como sentimos o gosto de comidas doces, alteram o prazer sentido ao beber café e afetam até questões sobre atração sexual e tendências políticas, completa o site.

Categorias
Música
Pedro Zambarda de Araujo

Escritor, jornalista e blogueiro. Autor dos projetos Drops de Jogos e Geração Gamer, que cobrem jogos digitais feitos no Brasil e globalmente. Teve passagem pelo site da revista Exame e pelo site TechTudo.

Relacionado por