Depois de tirar sua mãe do Brasil, Felipe Neto presta queixa na Polícia por ameaças de morte recebidas

Felipe Neto. Foto: Reprodução/YouTube

O Extra informa que, desde que comprou todos os livros LGBTs na Bienal do Livro no Rio e os distribuiu gratuitamente, Felipe Neto tem convivido com ameaças de morte. O youtuber reforçou a própria segurança, tirou a mãe do Brasil e agora foi até a polícia formalizar as denúncias, prestando queixa. No Twitter, Felipe publicou a notícia crime.

“Protocolamos hoje a notícia-crime na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática referente a ameaças de morte que foram recebidas. Fica a prova para aqueles que duvidaram, mentiram e debocharam, alegando que seria tudo uma invenção”, escreveu, de acordo com a publicação.

Na última segunda, dia 16, Felipe Neto cancelou a participação no evento Educação 360 por ter sofrido diversas ameaças, completa o jornal.

Categorias
Gente
Pedro Zambarda de Araujo

Escritor, jornalista e blogueiro. Autor dos projetos Drops de Jogos e Geração Gamer, que cobrem jogos digitais feitos no Brasil e globalmente. Teve passagem pelo site da revista Exame e pelo site TechTudo. E-mail: [email protected]

Relacionado por