Em ação de Fernanda Lima contra Eduardo Costa, MP sugere que sertanejo preste serviço comunitário

Segundo o colunista Ancelmo Gois, no Globo, o cantor Eduardo Costa xingou a apresentadora Fernanda Lima depois que ela fez um discurso feminista em seu programa na TV Globo, no fim de 2018. Na época, o sertanejo disse que a atriz só faz programa para “bandido, maconheiro, esquerdista derrotado…”.

Agora, o MP do Rio, na ação que a apresentadora move contra ele, sugeriu que o sertanejo pague 50 horas de serviços comunitários durante um mês.

Categorias
GenteGlobo

Relacionado por