Pela diversidade: Torcedor usa vídeo homofóbico para se declarar ao namorado

Vídeo usado por homofóbicos. (Reprodução Twitter/Veja SP)

Ana Carolina Soares no Terraço Paulistano na Veja São Paulo informa que, em 1º de setembro, Warley Santos e Yuri Senna, casal de empreendedores sociais de 24 anos, foram ao Mineirão torcer pelo time do coração, o Cruzeiro, em partida contra o Vasco. Trocaram carinhos discretos e não perceberam quando foram filmados e fotografados por torcedores. Dois dias depois, souberam por amigos que suas fotos e vídeos haviam viralizado em grupos de WhatsApp com mensagens homofóbicas. “Nossa primeira reação foi ter muito medo, até de ser reconhecido na rua e sofrer violência”, lembra Senna.

De acordo com a publicação, ao perceber a dupla acuada, amigos se mobilizaram e montaram uma campanha de apoio. Em questão de horas, receberam 500 mensagens de pessoas que recriminavam a discriminação e davam força aos companheiros. Eles ficaram mais motivados e, na terça (10), Senna usou o vídeo para homenagear o namorado. “Criei coragem ao perceber que não estamos sozinhos”, lembra. Até agora, já teve quase 80 000 curtidas e mais de 8 000 compartilhamentos.

Santos também retribuiu as mensagens carinhosas. As equipes de comunicação do Cruzeiro e também do Mineirão chamaram o casal para uma reunião, que ocorreu há uma semana, completa o site.

Categorias
Diversidade
Pedro Zambarda de Araujo

Escritor, jornalista e blogueiro. Autor dos projetos Drops de Jogos e Geração Gamer, que cobrem jogos digitais feitos no Brasil e globalmente. Teve passagem pelo site da revista Exame e pelo site TechTudo. E-mail: [email protected]

Relacionado por