Na Justiça: Deputado que ofendeu Daniela Mercury terá de pedir desculpa

Daniela Mercury
Imagem: Célia Santos/Divulgação

Reportagem de Mariana Gonzalez no Universa do UOL informa que Daniela Mercury participou na manhã desta sexta-feira (9) de uma nova audiência da ação de injúria racial movida contra o deputado federal Pastor Sargento Isidório (AVANTE-BA), que, no ano passado, gravou um vídeo usando palavras ofensivas contra a cantora e a comunidade LGBTQ+.

De acordo com a publicação, no Fórum Criminal de Salvador, Daniela e Isidório selaram um acordo: o parlamentar deveria reconhecer publicamente o erro, retirar o vídeo de todas as redes sociais e publicar um pedido de desculpas a Daniela.

O novo vídeo, em que o deputado pede perdão, foi gravado dentro da sala de audiência, com tempo semelhante ao que comete as injúrias, na presença do juiz e do advogado da cantora, o criminalista Ricardo Sidi. As imagens devem ser publicadas em breve nas redes sociais dele. Além disso, Isidório terá que pagar 25% do salário de deputado durante cinco meses a duas instituições escolhidas durante a audiência: o Instituto Nice de Apoio a Mulheres Travestis e Transsexuais e o Hospital Martagão Gesteira, que trata crianças com câncer, completa o portal.

O pastor e deputado disse em outubro de 2018 que a cantora teria invocado demônios e ofendido símbolos religiosos — uma inverdade, segundo sua assessoria. Ele também se refere a Daniela como “escrava de satanás” e a acusa de promover o que chamou de “sindicato da viadagem”.

Categorias
Diversidade
Pedro Zambarda de Araujo

Escritor, jornalista e blogueiro. Autor dos projetos Drops de Jogos e Geração Gamer, que cobrem jogos digitais feitos no Brasil e globalmente. Teve passagem pelo site da revista Exame e pelo site TechTudo.

Relacionado por